REGAS | Microaspersão

A irrigação por microaspersão caracteriza-se pela aplicação da água e de produtos numa fracção do volume de solo explorado pelas raízes das plantas, de forma circular ou em faixa contínua, através de emissores denominados microaspersores. Neste sistema de irrigação, as dimensões do bolbo molhado dependem, quase que exclusivamente, do alcance e da intensidade de aplicação.

Quando bem manejado e escolhido adequadamente em relação aos tipos de solos e cultivos, os resultados são excepcionais. Para muitos consultores, técnicos e produtores, o humedecimento de quase 100% da área ocupada pela planta tem proporcionado uma maior expansão do sistema radicular associado à redução da temperatura e à elevação da humidade do ambiente, proporcionando uma colheita de melhor qualidade.


Vantagens:
- Economia e eficiência de aplicação de água;
- Maior produção e melhor qualidade do produto;
- Menor risco do efeito de sais para as plantas;
- Facilidade e eficiência na aplicação de fertilizantes;
- Reduzida mão-de-obra e baixo consumo de energia;

Limitações:
- Sensibilidade ao entupimento.
Exemplos